Av. das Esmeraldas, 2899 - Jardim Tangara, Marília - SP
Email
recepcao@clinicasgarbi.com.br
Fale Conosco
(14) 3433-2423 / (14) 3433-0268 / (14) 98135-4871

Postado em 05/07/2019

Novidade para o tratamento de diabetes

Insulina inalável tecnosfera

➡ A insulina inalável, um anseio de todos diabéticos, torna-se finalmente uma realidade. Desde de 1921, quando a insulina foi descoberta, ela tem sido o tratamento de escolha para todos os pacientes com o diabetes tipo 1 e em muitos casos de pacientes com o diabetes tipo 2. Até agora,  a única via disponível para a sua utilização era a injetável, gerando preconceito e rejeição ao seu uso por muitos pacientes. 
Felizmente, a insulina inalável  promete transformar essa realidade: Batizada de Afrezza, a nova insulina  será comercializada em pó, em cartuchos com três tipos de dosagem: 4, 8 ou 12 unidades (2,3). O paciente deverá encaixar o cartucho em um inalador e aspirar o pó. Assim, a insulina chegará aos pulmões e será absorvida pela corrente sanguínea, sendo distribuída para todo o corpo. Eentre as vantagens da insulina inalável destacam-se o maior conforto (redução do número de injeções) e a sua praticidade (a administração é fácil e não há necessidade de refrigeração). Ela também parece promover menos ganho de peso, ter início de ação mais rápido e duração de ação mais curta do que as formas convencionais injetáveis, com menor risco de hipoglicemias (níveis baixos de açúcar no sangue ). 
Nem todas as insulinas injetáveis poderão ser substituídas pela insulina inalável.  Afrezza irá compor o grupo das insulinas prandiais, ou seja, insulinas de ação rápida utilizadas antes das refeições com os objetivos de conter a elevação da glicose no sangue que ocorre após a ingestão dos alimentos e também de corrigir eventuais glicemias elevadas (insulina humana regular e os análogos de insulina rápida - asparte, glulisina e lispro). As chamadas insulinas basais, de ação intermediária (insulina humana NPH, aplicada entre uma a três vezes ao dia); e as insulinas análogas de ação prolongada (glargina, glargina 300, detemir e degludeca), aplicadas em doses fixas uma ou eventualmente duas vezes ao dia, não poderão ser substituídas por essa versão inalável.
 
Fonte: https://novasliderancassbem.blogspot.com/2019/06/insulina-inalavel-tecnosfera-novidade.html
 
❤ Clínica Sgarbi
🏠Av. das esmeraldas, 2899
☎(14) 3433-0268
📍Marília, SP

Copyright © 2018 Clinica Sgarbi. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por